Presidente do Paraguai renuncia para tomar posse no Senado

ASSUNÇÃO, 28 MAI (ANSA) - O presidente do Paraguai, Horácio Cartes, apresentou sua renúncia ao cargo nesta segunda-feira (8), em uma nota dirigida ao Senado. A renúncia do mandatário deverá ser votada em sessão extraordinária pelo Congresso. A decisão já era prevista, já que Cartes foi eleito senador no pleito de 22 de abril e precisava se afastar da Presidência para assumir o novo posto em 1 de julho. A vice Alicia Pucheta assumirá o cargo de Cartes como a primeira mulher na Presidência do Paraguai. Ela governará até 15 de agosto, quando toma posse o novo governo eleito em abril, com Mario Abdo Benítez como chefe de Estado. Cartes apresentou sua renúncia em uma carta dirigida ao presidente do Senado, o também ex-presidente Fernando Lugo.   

"Adotei essa determinação para dar cumprimento à decisão democrática do povo expressada nas urnas no último 22 de abril, que me elegeu para o cargo de senador da Nação para o período 2018 - 2023", disse. No Twitter, o mandatário, que completa cinco anos no cargo, informou que sua renúncia serve para "para continuar servindo ao país, no Senado da nação, cumprindo com a vontade popular depositada nas urnas". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos