PUBLICIDADE
Topo

Justiça de SP suspende direitos políticos de João Doria

24/08/2018 17h25

SÃO PAULO, 24 AGO (ANSA) - O ex-prefeito de São Paulo e atual candidato ao governo do estado, João Doria, foi condenado, em primeira instância, nesta sexta-feira (24) à suspensão de seus direitos políticos pelo período de quatro anos. A decisão foi tomada pela juíza Carolina Martins Cardoso, da 11ª Vara da Fazenda Pública da Justiça, em São Paulo. Em comunicado, a assessoria do ex-prefeito afirmou que vai recorrer.   


Mesmo com a condenação, Doria ainda pode fazer campanha e concorrer ao cargo de governador nas próximas eleições de outubro, porque foi uma sentença de 1ª instância. A denúncia contra o atual candidato do PSDB foi feita pelo Ministério Público em fevereiro deste ano sob a acusação dele ter vinculado o slogan e o símbolo do programa "SP Cidade Linda" com sua imagem pessoal. Segundo a promotoria, a atitude demonstrou "desvirtuamento da finalidade da propaganda oficial".   


Além da suspensão de seus direitos, Doria também terá que abster-se de divulgar ou utilizar o slogan. O material precisará sair de circulação no prazo de 90 dias. Em nota, a assessoria de Doria disse que a defesa do ex-prefeito irá recorrer da decisão. "A decisão anunciada nesta sexta-feira não interrompe a campanha de João Doria. O candidato irá recorrer da decisão e está confiante que ela será revertida. É importante ressaltar que uma ação popular anterior, com as mesmas alegações, foi analisada pela Justiça e não acatada. A publicidade do Programa Cidade Linda, portanto, foi considerada correta", diz o texto. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.