Conteúdo publicado há 2 meses

Chuva afeta quase 1,5 milhão de pessoas em 85% dos municípios do RS

A Defesa Civil informou nesta quarta-feira (8) que quase 1,5 milhão de pessoas já foram afetadas em razão das fortes chuvas que atingem o Rio Grande do Sul. Do total de municípios gaúchos, 85% já sofrem consequências dos temporais.

O que aconteceu

Ao todo, 1.476.170 pessoas foram afetadas pelas chuvas no Rio Grande do Sul. Ao menos 163.786 ficaram desalojadas e 67.428 estão em abrigos. A última atualização foi divulgada no início da noite desta quarta-feira (8) pela Defesa Civil.

Dos 497 municípios gaúchos, 425 sofreram alguma consequência dos temporais. As cidades atingidas no estado já representam 85% do total.

A Defesa Civil também informou que continua em 100 o número de mortos. O número de óbitos é o mesmo em comparação com o boletim anterior, das 12h. Os municípios que registraram mais mortes foram: Cruzeiro do Sul (8), Gramado (7), Santa Maria (6) e Bento Gonçalves (6).

Autoridades ainda investigam duas mortes que podem estar relacionadas aos temporais. São 130 desaparecidos e 374 feridos, segundo o boletim da Defesa Civil Estadual.

RS tem 459 mil sem luz e mais de 523 mil sem água

Há 253.500 clientes da concessionária RGE Sul sem energia elétrica. O número representa 8,3% do total de clientes. A maioria vive em regiões inundadas ou em locais com impedimento de acesso das equipes, informou a distribuidora.

Continua após a publicidade

Porto Alegre, Guaíba, Eldorado do Sul e Alvorada também têm pontos sem luz. As cidades são atendidas pela CEEE Equatorial, que totaliza, no momento, 205.563 clientes sem energia (que representa 8,3% do total).

São 523.311 de clientes sem água, de um total de 6 milhões de clientes da Corsan no RS. Há ainda dezenas de municípios sem serviços de telefonia e internet das companhias Tim, Vivo e Claro, segundo a Defesa Civil.

Rodovias também foram afetadas. Nesta quarta (8), 85 trechos em 44 rodovias estão com bloqueios totais ou parciais, entre estradas e pontes, segundo a atualização das 18h, realizada pela Defesa Civil.

O Rio Grande do Sul é atingido por chuvas intensas desde 24 de abril.

Nível do Guaíba cai

O nível do Guaíba caiu para 5,04 metros de altura às 16h15 de hoje. A informação foi obtida por meio da régua da SEMA (Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura) e ANA (Agência Nacional de Águas). Há nova previsão de chuva forte no Rio Grande do Sul a partir da sexta-feira (10).

Continua após a publicidade

Nível baixou pelo menos 24 centímetros nas últimas 24 horas. Na manhã de ontem, por volta de 11h, a altura da água era de 5,28 metros, segundo o Ceic (Centro Integrado de Coordenação de Serviços) de Porto Alegre.

Guaíba segue mais de 2 metros acima do limite de inundação, que é de 3 metros. A referência é usada para indicar possíveis danos aos municípios.

Cheia que inunda Porto Alegre ainda levará dias para retornar a patamares seguros. O sistema de proteção contra enchentes, que circunda a cidade, foi projetado para suportar até 6 metros de altura.

Defesa Civil pede que moradores resgatados ainda não voltem para suas casas inundadas. O alerta vale principalmente para quem mora na região metropolitana de Porto Alegre. Segundo o órgão, esses locais atingidos ainda seguem sob alto risco e estão sujeitos a movimentos de massa e transmissão de doenças.

Deixe seu comentário

Só para assinantes