PUBLICIDADE
Topo

Merkel diz que desistência política não enfraquece seu papel

30/10/2018 20h22

BERLIM, 30 OUT (ANSA) - A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, afirmou nesta terça-feira (30) que não perdeu influência no mundo depois de anunciar sua aposentadoria da política em 2021, quando encerra seu quarto e último mandato. "Minha posição no nível internacional não mudou e agora terei mais tempo para me concentrar no meu papel de chanceler", disse a alemã, durante uma coletiva de imprensa com o presidente egípcio, Abdel Fattah al Sissi.   

Ontem (29), Merkel também anunciou que não disputará as eleições para o comando de seu partido, a conservadora União Democrata-Cristã (CDU), no próximo mês de dezembro. A declaração foi dada após a legenda da chanceler ser derrotada em uma eleição regional em Hesse. Mais cedo, pelo menos três candidatos já declararam o desejo de sucedê-la na liderança do partido. O ex-dirigente sindical Friedrich Merz anunciou oficialmente sua candidatura à presidência da CDU. "Precisamos de um novo começo e uma renovação com personalidade para a liderança da experiência". "Estou pronto para assumir a responsabilidade e, ao mesmo tempo, fazer tudo para fortalecer a força interna e a capacidade de gerenciar o futuro da CD na Alemanha", disse Merz.   

Entre os outros candidatos também estão a secretária-geral do partido, Annegret Kramp-Karrenbauer, e o ministro da Saúde, Jens Spahn. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.