PUBLICIDADE
Topo

Ídolo do Barcelona, Iniesta revela ter tido depressão

27/11/2018 08h32

ROMA, 27 NOV (ANSA) - Um dos maiores ídolos da história do Barcelona, o meio-campista Andrés Iniesta revelou nesta segunda-feira (26) que teve depressão em um dos principais momentos de sua carreira.


Segundo o atleta de 34 anos, tudo começou no fim da temporada 2008/09, quando ele conquistou pelo Barcelona a famosa tríplice coroa: Campeonato Espanhol, Copa do Rei e Liga dos Campeões.


"As pessoas movem-se pelo sonho, e em uma situação como aquela você não tem nada, não sente as coisas. O que eu mais queria era que chegasse a noite para tomar um comprimido e poder descansar", revelou Iniesta, em entrevista à rádio "La Sexta".


"Quando se sofre de depressão, você não é mais você. Quando se está tão vulnerável, é difícil controlar momentos da vida", acrescentou o craque espanhol. O jogador ainda revelou que passou por um tratamento com uma psicóloga e que o drama coincidiu com a morte de um grande amigo, Daniel Jarque.


Em agosto de 2009, o zagueiro sofreu uma parada cardíaca em um quarto de hotel em Florença, na Itália, durante a pré-temporada de sua equipe, o Espanyol. Atualmente, Iniesta defende o Vissel Kobe, do Japão, e marcou dois gols em 13 partidas. O ex-jogador do Barça atua ao lado do alemão Lukas Podolski, e sua equipe está na 11ª posição no Campeonato Japonês.


Sobre sua ida ao futebol asiático, Iniesta revelou que gostaria de atuar a carreira inteira pelo Barcelona, mas que não sentia que conseguiria dar 100% na equipe catalã. (ANSA)

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.