PUBLICIDADE
Topo

'Quero pedir desculpas', diz presidente da Vale

25/01/2019 19h09

SÃO PAULO, 25 JAN (ANSA) - O presidente da Vale, Fábio Schvartsman, afirmou que não sabe dizer qual foi o motivo que levou ao rompimento da barragem da Mina do Feijão, em Brumadinho. "Fizemos tudo o que a gente entende que era possível para garantir a segurança e a estabilidade. O fato é que não sabemos o que aconteceu, mas certamente vamos descobrir", declarou.   


Segundo ele, a Vale virou "todas as barragens do avesso" depois da tragédia de Mariana e contratou "as melhoras auditorias do mundo". "Como vou dizer que a gente aprendeu se acaba de acontecer um acidente desses?", acrescentou. A barragem de Brumadinho estava desativada desde 2015.   


"Desde já quero pedir nossas sinceras desculpas pelo sofrimento que está sendo causado, não importa a causa. Isso é inaceitável", declarou Schvartsman. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.