PUBLICIDADE
Topo

Associações italianas enviam carta a Brumadinho

28/01/2019 10h47

TRENTO, 28 JAN (ANSA) - Duas associações italianas de memória da tragédia ambiental de 1985 de Val di Stava enviaram uma mensagem de condolência à cidade de Brumadinho, em Minas Gerais, onde uma barragem da Vale do Rio Doce se rompeu e deixou ao menos 60 mortos e quase 300 desaparecidos. "É uma catástrofe análoga, mas muito mais grave em proporções e perdas de vidas humanas, na comparação com a ocorrida em 19 de julho de 1985, em Val di Stava", disse uma nota assinada pela Fundação Stava 1985 e pela Associação 19 de Julho de Val di Stava. A tragédia em Stava, que fica na cidade de Tesero, na região de Trentino-Alto Ádige, matou 268 pessoas e gerou um prejuízo de 133 milhões de euros. Ela também foi provocada pelo rompimento de duas barragens.   


Já a tragédia em Brumadinho ocorreu na última sexta-feira (25), quando uma barragem de rejeitos da Vale do Rio Doce na Mina Córrego do Feijão se rompeu, provocando um deslizamento de lama e o transbordamento de mais duas barragens. Até agora, 60 corpos foram encontrados e 292 pessoas ainda estão desaparecidos.   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.