PUBLICIDADE
Topo

Ex-secretário de Defesa ataca Trump por 'dividir o país'

04/06/2020 09h47

WASHINGTON, 04 JUN (ANSA) - O ex-secretário de Defesa dos Estados Unidos James Mattis fez um duro ataque ao presidente Donald Trump por conta da postura do mandatário perante os protestos pela morte de George Floyd.   

"Donald Trump é o primeiro presidente da minha vida que não tenta unir o povo norte-americano, e sequer finge tentar unir.   

Ao invés disso, nos divide. Somos testemunhas das consequências de três anos deste esforço deliberado, três anos sem uma liderança madura", disse ao jornal "The Atlantic".   

O general aposentado, que ficou no cargo entre janeiro de 2017 e janeiro de 2019, ainda pediu que os norte-americanos se unam sem Trump, usando "os pontos fortes próprios da nossa sociedade civil". "Não será fácil, como os últimos dias mostraram, mas devemos isso aos nossos cidadãos, às gerações passadas que derramaram sangue para defender nosso futuro, e aos nossos filhos", acrescentou.   

Para Mattis, Trump cometeu um "abuso do poder executivo" também nesta semana, quando fez com que agentes de segurança pública atacassem manifestantes pacíficos em Washington para que ele pudesse fazer um "bizarro ensaio fotográfico" em frente à igreja Saint John's. O fato ocorreu no início desta semana e gerou críticas tanto de manifestantes como de lideranças religiosas, que afirmaram que o presidente estava sendo "ofensivo" ao posar com uma bíblia perante ao templo enquanto policiais jogavam bombas em pessoas que estavam protestando.   

Os protestos da morte de Floyd por um policial branco no dia 25 de maio se espalharam por todo o país e reacenderam o debate do racismo em toda a sociedade.   

O ex-chefe do Pentágono deixou o governo Trump após não concordar com a retirada de tropas norte-americanas da Síria, em 2018. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias