Encontro entre Lula e presidente da Guiana é adiado

(ANSA) - BRASÍLIA, 01 DIC - A reunião entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e seu homólogo da Guiana, Mohamed Irfaan Alí, que deveria ocorrer nesta sexta-feira (1º) à margem da COP28, nos Emirados Árabes, foi adiada, conforme informações de fontes brasileiras.   

O encontro estava programado para as 19h locais (12h em Brasília) e pode ser remarcado para sábado (2), visando abordar a crise entre Guiana e Venezuela, que reivindica soberania sobre o território do Esequibo, atualmente sob jurisdição da ex-colônia britânica.   

A Corte Internacional de Justiça de Haia determinou que a Venezuela não adote nenhuma medida efetiva sobre o Esequibo.   

No domingo, o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, convocou uma consulta popular sobre a situação desta região rica em petróleo e minerais, motivo de litígio entre os países há décadas, e que faz fronteira com o estado brasileiro de Roraima.   

O presidente Lula, que tem atuado como mediador entre o governo venezuelano e a oposição em relação às eleições de 2024, demonstrou disposição para reduzir as tensões entre Caracas e Georgetown. Na semana passada, o assessor internacional de Lula, Celso Amorim, viajou a Caracas para tratar da crise com Maduro.   

O Brasil restabeleceu as relações com a Venezuela neste ano, e Lula recebeu Maduro em Brasília, após a ruptura do vínculo diplomático durante o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). (ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora