Vaticano volta a pedir solução de 2 Estados no Oriente Médio

DUBAI, 1 DEZ (ANSA) - O Secretário de Estado do Vaticano, Cardeal Pietro Parolin, pediu nesta sexta-feira (1º) que os combates no Oriente Médio cessem "de uma vez por todas".   

"Agora é necessário que os combates cessem de uma vez por todas e que sejam encontradas outras formas de garantir que o Hamas e outras organizações palestinianas se desarmem e deixem de ser uma ameaça terrorista para os israelenses, mas também para os próprios palestinos", disse.   

As declarações foram dadas em entrevista aos meios de comunicação do Vaticano, na véspera de seu discurso na COP28 em Dubai sobre as mudanças climáticas.   

Segundo Parolin, após o ataque de 7 de Outubro do Hamas a Israel, "o processo de paz israelo-palestiniano, que já sofria de abrandamentos e estagnações, tornou-se agora ainda mais complexo".   

Por outro lado, diz, "talvez este fosse o objetivo dos terroristas dado que, como sempre declararam, os milicianos do Hamas não têm paz com Israel no seu horizonte, na verdade - irresponsavelmente - gostariam do seu desaparecimento".   

"Isso não corresponde à vontade que a Autoridade do Estado da Palestina, em particular o Presidente Mahmoud Abbas, sempre nos assegurou, ou seja, querer um diálogo com o Estado de Israel para a plena realização dos 'Dois Estados', solução promovida durante muitos anos pela Santa Sé juntamente com um estatuto especial para a Cidade Santa de Jerusalém", acrescentou Parolin.   

(ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora