Itália adere a fundo em prol da Amazônia com 5 milhões de euros

ROMA, 3 DEZ (ANSA) - O governo italiano anunciou neste domingo (3) sua adesão a um fundo do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para financiar projetos sustentáveis na Amazônia, durante a 28ª Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, a COP28, em Dubai.   

A informação foi divulgada pelo Ministério do Meio Ambiente e Segurança Energética, que se reuniu com representantes do BID nos Emirados Árabes Unidos.   

De acordo com o governo italiano, o aporte de 5 milhões de euros (R$ 27 milhões) no fundo de Bioeconomia e Manejo Florestal da Amazônia (AMZ) faz parte da iniciativa "Amazônia Sempre" e poderá ampliar as relações de cooperação ambiental com os países beneficiários da medida - Brasil, Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Venezuela, Guiana e Suriname - e com as demais nações doadoras - Alemanha, Holanda, Suíça e Reino Unido - para o desenvolvimento sustentável da região.   

O comunicado destaca ainda que o acordo atesta as prioridades atribuídas pelo ministério à proteção do patrimônio natural e da biodiversidade.   

O fundo, em atividade desde 2021, visa apoiar entidades públicas e privadas da Amazônia no planejamento e implementação de modelos de desenvolvimento ambientalmente responsáveis, sobretudo em questões relacionadas à proteção da biodiversidade e do solo, ao uso dos recursos florestais e à agropecuária sustentável.   

Além disso, prevê a criação de cadeias de valor para o desenvolvimento de comunidades locais e indígenas, mulheres e jovens. (ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora