Veneza discute acordo para se tornar cidade-irmã de Recife

SÃO PAULO, 3 DEZ (ANSA) - A prefeitura de Recife anunciou que um acordo está sendo discutido e elaborado com as autoridades de Veneza para a realização de futuros convênios de cooperação em áreas de interesse mútuo entre as cidades brasileira e italiana.   

A proposta para Recife se tornar cidade-irmã de Veneza foi pauta de uma reunião realizada entre os prefeitos da capital de Pernambuco, João Campos, e da cidade italiana, Luigi Brugnaro, na última semana.   

"Recife é a Veneza Brasileira e eu diria que Veneza é a Recife Italiana. Temos rios e canais que são comuns às duas cidades e agora nós vamos construir uma agenda técnica com foco nas obras de infraestrutura para contenção do aumento do nível do mar e para a drenagem", afirmou Campos, em nota oficial.   

Para Brugnaro, que visita Recife há muitos anos, a iniciativa é uma "oportunidade para construir algo concreto entre as duas cidades".   

"Acredito que, junto com Veneza, poderemos contar o que o Brasil é hoje, o que foi, mas também o que pode ser. Mostraremos o que temos feito para combater as mudanças climáticas, mas também o nosso trabalho com fontes de energias renováveis e limpas", destacou.   

O prefeito italiano também enfatizou que as partes vão "trabalhar por um intercâmbio, acima de tudo, cultural, com respeito mútuo, considerando as tradições de cada local".   

Ainda segundo o comunicado, o principal fator global ao qual as cidades-irmãs se fundamentam é o conceito de correspondência, cujos municípios formam um conjunto e, dentro dele, estabelecem acordos de intercâmbio cultural e de partilha de conhecimento, ensino e políticas empresariais, além de outras atividades.   

Banhada pelo mar, pelos rios Capibaribe e Beberibe, e cortada por dezenas de canais, Recife tem muitas pontes e, por isso, passou a ser conhecida também como "Veneza Brasileira", justamente pela semelhança fluvial com a cidade italiana.   

O apelido foi dado escritor francês Albert Camus, em 1949, durante visita ao município nordestino, que também chamou a cidade de "Florença dos Trópicos".   

Continua após a publicidade

Além disso, Recife também integra a lista de cidade mais ameaçadas pelas mudanças climáticas, assim como Veneza, capital da região do Vêneto, no norte da Itália. (ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes