Chefe da Cruz Vermelha diz que situação em Gaza é 'intolerável'

TEL AVIV, 4 DEZ (ANSA) - A presidente do Comitê Internacional da Cruz Vermelha, Mirjana Spoljaric, chegou nesta segunda-feira (4) à Faixa de Gaza e disse que o "sofrimento" da população civil no enclave palestino é "intolerável".   

"Fizemos um apelo urgente para que civis sejam protegidos e respeitados por todas as partes, em conformidade com o direito humanitário internacional, e reitero esse apelo hoje", disse Spoljaric em um comunicado.   

"O nível de sofrimento humano é intolerável. É inaceitável que os civis não tenham um lugar seguro para onde ir em Gaza e, com um cerco militar em vigor, não há resposta humanitária adequada possível", declarou a presidente, cobrando também que os reféns israelenses sejam libertados pelo Hamas.   

Durante sua visita, Spoljaric deve se reunir com a equipe da Cruz Vermelha no enclave e visitar um hospital onde atuam médicos da entidade. (ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes