Resposta à emergência climática não pode esperar, diz Mattarella

ROMA, 6 DEZ (ANSA) - O presidente da Itália, Sergio Mattarella, alertou nesta quarta-feira (6) que "a resposta à emergência climática é de particular urgência e não pode esperar".   

"De fato, olhamos com séria preocupação para a emergência climática que está atingindo a nossa região mediterrânica com particular violência, com fenômenos climáticos extremos que estão danificando gravemente o nosso ecossistema e a ameaçando o nosso modo de vida", declarou ele durante visita de Estado a San Marino.   

Mattarella, juntamente como os presidentes dos países mediterrânicos que integram o Grupo de Arraiolos, apelou "à ação para que sejam tomadas medidas urgentes e eficazes para travar e reverter os efeitos da crise climática".   

Falando sobre a Europa, o líder italiano lembrou que "liberdade e independência" são valores fundadores do projeto de integração europeia, do qual a Itália é membro fundador.   

"A integração europeia é um projeto que hoje parece ser ainda mais indispensável devido aos desafios globais - que os países individuais são incapazes de enfrentar sozinhos - até ao regresso dramático da guerra à Europa, com a agressão bárbara por parte da Federação Russa contra a Ucrânia", concluiu.   

(ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes