Conteúdo publicado há 2 meses

Número de mortos em Gaza em ataques de Israel supera marca de 17 mil

TEL AVIV, 7 DEZ (ANSA) - Chegou a 17 mil o número de mortos nos ataques de Israel contra a Faixa de Gaza, de acordo com balanço divulgado nesta quinta-feira (7) pelo Ministério da Saúde do enclave palestino, que é controlado pelo grupo fundamentalista Hamas.

Segundo comunicado oficial, o território já contabiliza 17.177 vítimas desde o início da guerra deflagrada após uma ofensiva do Hamas em 7 de outubro.

O número é atualizado um dia após Israel acusar o Hamas de lançar 12 foguetes contra a cidade de Beer Sheva, no sul de Israel, "de um local próximo das tendas de civis evacuados de Gaza e das instalações das Nações Unidas".

A informação foi divulgada pelo porta-voz militar de Israel, que divulgou vídeos dos lançamentos, segundo os quais outros disparos "foram realizados a partir de áreas humanitárias".

"O Hamas abusa do povo de Gaza, utilizando-o para os seus atos de terrorismo. Cinicamente enraíza-se em infraestruturas civis, em escolas, em áreas residenciais, perto de instalações da ONU e até em zonas humanitárias, usando civis como escudo humano", acrescenta.

O Exército de Israel também anunciou a morte de mais dois soldados durante o combate em Gaza. Segundo estimativas, ao menos 86 militares já perderam a vida desde o início da guerra.

Nos próximos dias, o Conselho das Relações Exteriores, presidido pelo alto representante da União Europeia para a Política Externa, Josep Borrell, discutirá a situação da crise no Oriente Médio, assim como a agressão russa na Ucrânia.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes