Conteúdo publicado há 1 mês

Diplomata brasileiro morre durante missão em Ruanda

O diplomata brasileiro Daniel Machado da Fonseca, coordenador da força-tarefa do Clima no G20, morreu neste domingo (3) em Ruanda, onde iria participar do encontro do Conselho do Fundo Verde para o Clima.

Fonseca, de 45 anos, que liderava a delegação brasileira em Kigali, foi vítima de um infarto.

A reunião da força-tarefa do clima no G20 que ocorreria entre esta segunda (4) e terça-feira (5) foi cancelada.

"Sua trajetória no Itamaraty foi marcada por reconhecida competência e dedicação. Contou sempre com o respeito e o carinho de seus colegas, no Brasil e no exterior", lamentou, em nota, o Ministério das Relações Exteriores.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva também manifestou pesar: "Daniel nos deixou precocemente fazendo o que mais amava, atuando em nome do seu país, em defesa dos mais vulneráveis e de soluções para o planeta O Itamaraty perde um grande quadro e o Brasil, um cidadão exemplar".

"À sua esposa Roberta, sua filha Letícia e demais familiares, meus sentimentos e solidariedade nesse momento tão difícil de despedida", concluiu.

Deixe seu comentário

Só para assinantes