Propaganda antitabaco em Moscou diz que fumo 'mata mais que Obama'

  • Dmitry Gudkov/BBC

    "Fumar mata mais gente que Obama, e Obama já mata muita gente", diz propaganda antitabaco na Rússia

    "Fumar mata mais gente que Obama, e Obama já mata muita gente", diz propaganda antitabaco na Rússia

Uma imagem do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, com um cigarro na boca protagoniza um polêmico anúncio antitabaco em Moscou, na Rússia.

"Fumar mata mais gente que Obama, e Obama já mata muita gente", diz a propaganda.

Dmitry Gudkov, parlamentar russo crítico ao governo de Vladimir Putin, publicou uma foto do anúncio em sua página do Facebook. "Estou enojado e envergonhado do que aparece nas ruas da capital russa", escreveu.

Não se sabe ainda quem é o responsável pelo anúncio, que viralizou na internet. A peça termina dizendo: "Não fume. Não seja como Obama".

Não é a primeira vez que o presidente dos EUA aparece em anúncios negativos na Rússia.

Segundo o jornal "Moscow Times", um grupo de artistas pró-Putin afixou no mês passado, em frente à Embaixada dos EUA em Moscou, um cartaz de Obama com a palavra "assassino".

Em dezembro de 2015, uma cadeia de supermercados russa teve que se desculpar por vender uma tábua de corte com uma imagem de Obama representado como chimpanzé.

As relações entre EUA e Rússia se deterioraram nos últimos anos pelo apoio do Kremlin ao ditador da Síria, Bashar al-Assad, e pela incorporação russa da Crimeia, na Ucrânia, em 2014.

Na semana passada, o primeiro-ministro russo, Dmitri Medvedev, disse que as tensões entre Rússia e Ocidente levaram o mundo a uma "nova Guerra Fria".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos