Topo

BBC

A seita que acredita que o mundo foi colonizado por aliens e preocupa governo holandês

BBC
A escola holandesa Guus Kieft foi apontada como uma das que tem membros da seita avatar Imagem: BBC

Anna Holligan - BBC News

03/04/2018 18h13

Relatos da infiltração de membros de uma seita em escolas na Holanda têm preocupado as autoridades do país. Uma reportagem de uma rede de televisão local encontrou ao menos seis escolas particulares que são guiadas pelos princípios da "ideologia do avatar".

Mas o que seria essa ideologia, cujo nome é o mesmo de um filme que se tornou uma das maiores bilheterias da história do cinema? Qual a sua real influência?

Os membros da seita, que exploram práticas controversas como o exorcismo, dizem que seu objetivo principal é criar "uma sociedade planetária iluminada". Alguns acreditam que o planeta Terra tenha sido colonizado por alienígenas.

A avatar foi criada em 1986 por Harry Palmer, ex-membro da cientologia - também bastante polêmica, a doutrina foi fundada por L. Ron Hubbard e tem entre os adeptos astros do cinema como Tom Cruise, John Travolta e Elisabeth Moss.

Ambas acreditam que em algum momento a terra foi colonizada por seres de outros planetas.

Em e-mail enviado à BBC a partir de Orlando, nos Estados Unidos, Palmer disse que sua comunidade tem quase um milhão de seguidores em todo o mundo.

"A doutrina básica de avatar é a seguinte: o que você acredita tem consequência em sua vida", diz ele.

"Nosso curso não promove uma filosofia além disso. Temos pessoas de todas as religiões. O que avatar ensina são ferramentas, técnicas e processos para você assumir o controle de sua própria mente, conectando crenças e ações às consequências", escreveu.

No e-mail, ele enviou sugestões de três minicursos para explorar a doutrina avatar.

Normalmente, os seguidores pagam por esses cursos, o que acaba gerando dinheiro para a empresa de Palmer, a Star Edge. Os preços variam entre US$ 350 (R$ 1.650) por cinco dias de aulas a U$ 7.500 (ou R$ 24.700) por treze dias.

Pessoas qualificadas como "mestres" ou "magos" podem oferecer suas próprias aulas. Porém, uma parte dos lucros deve ser revertida ao Avatar HQ.

Palmer acredita que existam dezenas de milhares de discípulos da avatar vivendo na Holanda.

A Sektesignaal, ou "alerta de seita", - uma organização holandesa criada para monitorar esses movimentos - pediu à Inspetoria de Educação do país para investigar relatos de que a avatar representa uma ameaça, pois teria infiltrado membros secretamente em instituições públicas.

"Não estamos dizendo que isso (a doutrina) é certo ou errado", disse Karin Krijnen, gerente da organização. "Apenas estamos preocupados se houve abusos ou má conduta. É por isso que pedimos uma investigação".

Recentemente, três conselheiros educacionais holandeses atingiram altos status dentro da seita e usaram dinheiro público para enviar outras pessoas para participarem de cursos sobre a avatar.

Han Bekkers, 69 anos, secretário municipal da província de Limburg, no sudeste da Holanda, foi um dos mencionados nos relatórios. Seu porta-voz, Roek Lips, disse à BBC que os relatos eram "quase sem sentido".

"Han Bekkers fez o curso, mas não há dinheiro público envolvido", diz Lips. "E nada do que ele arrecada com suas oficinas é enviado para a Star's Edge, ele é totalmente independente."

Quais as semelhanças entre avatar e cientologia?

Os cursos e a doutrina avatar compartilham muitas concepções e terminologias da cientologia. A igreja oficial da cientologia até já processou Palmer por usar um seus logotipos sem autorização. Palmer deixou de usar a marca e logo depois lançou sua própria filosofia.

Ele também usou termos cientólogos típicos, como "resumo", "integridade" e "profissional"

Os cientologistas negam que sejam parte de um culto e rejeitam acusações de abuso e fraude - a igreja já foi acusada de sonegar impostos e até de torturar alguns de seus membros. Os seguidores descrevem a religião como apoio espiritual.

Os programas avatar de autodesenvolvimento também emprestam elementos do xamanismo, do hinduísmo e da filosofia nova era.

A palavra avatar vem da mitologia hindu e se refere à "manifestação da alma liberada na forma corporal da Terra".

Avatar está na escola?

A BBC decidiu procurar provas da presença de avatar em uma das escolas mencionadas nos relatórios holandeses. Uma das escola que consta no relatório como uma instituição com membros avatar, conhecida como Life!, afirmou que um de seus professores realmente fez um curso da doutrina, mas que ele nunca ensinou nada da "filosofia" a seus alunos.

Ao sul de Amsterdã, desviando de poças lamacentas ao longo de uma trilha de terra, e com o barulho dos aviões do aeroporto de Schiphol, entramos na escola Guus Kieft, na cidade de Amstelveen.

Na entrada, conhecemos o professor de sociologia Samuel Dirkse, que estava segurando uma xícara de chá e usava um gorro.

"Nunca ouvi falar de avatar", diz ele. "Conheço o filme, claro, mas nada sobre cientologia. É a primeira vez que ouço falar sobre isso".

Uma de suas colegas já fez o curso avatar, segundo o relatório da organização que procura seitas. "Ela nunca mencionou nada sobre isso antes. Era só um desenvolvimento pessoal", diz o professor.

"Os pais dos alunos estão com medo, porque eles leram o relatório e pensaram que existe uma seita. Os jornalistas não vieram aqui, eles apenas fizeram acusações. Alguns estudantes estão muito nervosos. Agora as pessoas olham para eles como se eles fossem parte de um culto".

As escolas democráticas ou livres costumam atrair pais holandeses que acreditam que seus filhos vão se destacar em ambientes menos controlados.

Um número razoável de escolas primárias e secundárias oferece aulas de desenvolvimento pessoal cujo objetivo é "identificar e remover crenças limitadoras".

A Guus Kieft, por exemplo, parece uma escola de teatro: quando a visitamos, um garoto dedilhava violão sentado em uma mesa e uma adolescente olhava seu celular enquanto ouvia música em seus fones.

Zeno, um menino de 14 anos, pareceu confuso com a sugestão de que sua escola era dirigida por magos. "É um absurdo. Eu nunca soube o que era avatar", disse ele.

Sua mãe, Christel van Zweden, explica que escolheu uma escola alternativa para livrar seu filho da pressão por notas e desempenho.

"As escolas precisam ser livres de ocultismos e extremismo. Elas precisam ser neutras. Sou contra a cientologia, sou contra a avatar, sou contra qualquer tipo de doutrinação", diz ela.

"Agora, com esse relatório, virou uma espécie de caça às bruxas. Todo mundo está apontando o dedo porque conseguimos fazer uma escola diferente aqui. Tenho certeza que não há nenhuma lavagem cerebral aqui", afirma.

Do outro lado da rua da escola Guus Kieft, um vizinho, Jurgen Seunke, andava com seus labradores na chuva. Questionado se estava preocupado com os relatos de uma seita logo ao lado, ele respondeu que não.

"Há quem leia a Bíblia e diga que as crianças não devem tomar vacina contra a poliomielite ou que não devem aceitar homossexuais porque Deus não gosta deles", ele diz. "Então, mesmo que a cientologia exista na escola, todos devem ter a liberdade de escolher. E, de qualquer forma, são apenas alguns garotos, certo? Não é como se eles tivessem um exército ou algo assim."