Quem será o novo capitão da seleção alemã?

Andreas Sten-Ziemons (pv)

Amistoso contra a Finlândia marca a despedida de Schweinsteiger e deixa órfã a braçadeira de capitão. Em novo ciclo, Joachim Löw tem Sami Khedira, Jérôme Boateng, Toni Kroos e Manuel Neuer como opção.

Sami Khedira, Jérôme Boateng, Toni Kroos ou Manuel Neuer - quem será o novo capitão da seleção alemã? Antes do primeiro encontro da Nationalelf em Düsseldorf, onde a Alemanha se prepara para o amistoso de quarta-feira contra a Finlândia, o treinador Joachim Löw deixou sem resposta as indagações sobre a faixa de capitão.

"De minha parte a decisão está tomada, mas eu quero primeiramente falar sobre isso com a equipe", disse Löw. O novo capitão da seleção alemã será anunciado somente após a partida amistosa contra a Finlândia. "Para mim, a questão não é tão determinante", completou o treinador. "Vou dar a faixa de capitão a um jogador, mas nós temos um conselho de jogadores bastante funcional e que assumi bastantes responsabilidades. Importante para mim é que eu tenha vários interlocutores que possuam aceitação na equipe."

Em seu jogo de despedida da seleção alemã, Bastian Schweinsteiger usará a faixa de capitão. O volante, que vestiu a camisa da Alemanha em 120 partidas (quarto, atrás de Lukas Podolski, Miroslav Klose e Lothar Matthäus), anunciou depois da Eurocopa 2016 sua aposentadoria da seleção alemã. No amistoso contra a Finlândia, sob o lema de "Adeus, Basti!", Schweinsteiger terá a oportunidade de se despedir da Nationalelf perante o público alemão.

Portas se abrem para jovens jogadores

"Uma vez ou outra, mudanças e sangue novo são necessários numa equipe", afirmou Löw, comentando a aposentadoria de Schweinsteiger - seguida pelo atacante Lukas Podolski, poucos dias depois. Isso abre as portas para jovens jogadores, que agora teriam chances.

"Eu convoquei Julian Brandt (atacante, Bayer Leverkusen), que já esteve com a gente, Niklas Süle (zagueiro, Hoffenheim) e Max Meyer (meia, Schalke 04). Estes jogadores, naturalmente, também receberão oportunidade de jogar na quarta-feira", disse Löw. Além deles, o treinador também mencionou o meia Leon Goretzka (Schalke 04) e o defensor Jonathan Tah (Bayer Leverkusen), que já esteve no plantel da Eurocopa 2016, como importantes atletas com perspectivas.

Com a partida frente à Finlândia e o início da Eliminatória para a Copa do Mundo de 2018, no próximo domingo, na Noruega, começa para Löw e para a seleção alemã o próximo ciclo de dois anos. Um ano antes do Mundial na Rússia, no entanto, a atual campeã mundial participará da Copa das Confederações.

Um torneio teste para a Copa do Mundo, mas que não anima Löw. "Quero usar a Copa das Confederações como um torneio de perspectiva", disse. Com vistas à defesa do título mundial em 2018, nem todos os jogadores considerados titulares serão levados à Copa das Confederações. "Precisamos da pausa necessária antes de uma Copa do Mundo. e três torneios sem um descanso não seria ideal para alguns jogadores, certamente", explicou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos