Polícia mata a tiros refugiado em Berlim

Pai de menina de seis anos vítima de suposto abuso sexual avança com faca contra agressor e é alvo de disparos. Conduta dos policiais é investigada.Um imigrante de 29 anos foi morto a tiros pela polícia num abrigo de refugiados em Berlim na noite desta terça-feira (28/09), num incidente envolvendo o suposto abuso sexual de uma menina de seis anos de idade. Os policiais responsáveis pelos disparos estão sendo investigados. As autoridades foram chamadas a um abrigo de refugiados no bairro Moabit devido à suspeita de abuso. O suposto agressor é um paquistanês de 27 anos, também residente do local. Quando este estava algemado no carro da polícia, o suposto pai da menina, iraquiano, avançou com uma faca contra ele. Segundo testemunhas, o pai da menina gritou: "Você não vai sobreviver a isso." Os policiais não conseguiram deter o iraquiano, e três teriam disparado. O corpo da vítima passará por uma autópsia nesta quarta-feira, segundo o porta-voz da polícia Martin Steltner. Uma investigação de homicídio foi aberta contra os agentes. O paquistanês, por sua vez, é investigado devido à acusação de abuso sexual. Relatos de testemunhas, segundo a imprensa loca, apontam que houve a violação. LPF/epd/dpa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos