Conselho da Segurança aprova resolução de apoio à trégua na Síria

Os 15 membros do principal órgão de decisões da ONU respaldam o cessar-fogo entre o regime de Bashar al-Assad e a oposição armada. Já vigente, o acordo foi promovido por Rússia e Turquia.O Conselho de Segurança da ONU aprovou por unanimidade, neste sábado (31/12), uma resolução de apoio à trégua na Síria entre o regime de Bashar al-Assad e a oposição armada, promovida pela Rússia e pela Turquia. Os 15 membros do principal órgão de decisões da ONU votaram a favor da resolução, que respalda os esforços que estão sendo feitos para preparar o terreno para uma nova rodada de negociações prevista para o final de janeiro em Astana, capital do Cazaquistão. O cessar-fogo na Síria, apoiado pelos governos de Moscou e Ancara, já está vigente e foi aceito tanto pelo Exército sírio como pelos rebeldes e os grupos da oposição. A votação foi realizada após uma tensa reunião a portas fechadas dos membros do Conselho de Segurança na qual negociaram o texto definitivo e que foi interrompida para obter o sinal verde final de seus respectivos governos. A resolução insiste que a única solução possível para pôr fim ao longo conflito na Síria passa por um processo político que resulte num novo governo de transição com "plenos" poderes executivos para convocar eleições. Além disso, os 15 membros do Conselho de Segurança fizeram um apelo urgente a todas as partes para que se permita "o mais rápido possível" a distribuição de ajuda humanitária entre a população civil afetada pela guerra. Rússia e Turquia anunciaram em 29 de dezembro um acordo de cessar-fogo entre o regime de Assad e a oposição síria. A trégua cobre todo o país e a todas as partes beligerantes, com exceção dos grupos terroristas "Estado Islâmico" (EI) e Frente Fateh al-Sham (conhecido antes como Frente al Nusra, antiga filial da Al Qaeda). PV/efe/lusa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos