PUBLICIDADE
Topo

Coreia do Norte deve retornar ao bom senso, dizem EUA

26/04/2017 16h05

Comandante para o Pacífico afirma que sistema antimísseis na Coreia do Sul estará pronto nos próximos dias e servirá para fazer Kim Jong-un "retornar ao bom senso e não para colocá-lo de joelhos".O comandante dos EUA para a Ásia-Pacífico, almirante Harry Harris, afirmou nesta quarta-feira (26/04) ao Congresso americano que o objetivo do sistema antimísseis que está sendo instalado na Coreia do Sul é fazer o líder norte-coreano, Kim Jong-un, "retornar ao bom senso, e não colocá-lo de joelhos".Análise: A complexa equação chamada Coreia do NortePor que a China precisa da Coreia do Norte?Segundo Harris, o sistema conhecido como Thaad estará pronto para ser usado nos próximos dias. Antes, o Ministério da Defesa da Coreia do Sul havia dito que ele poderia começar a funcionar no fim do ano. Segundo o governo da Coreia do Sul, partes do sistema começaram a ser instaladas num antigo campo de golfe a cerca de 250 quilômetros ao sul de Seul.Harris também disse acreditar que a Coreia do Norte tentará atacar os Estados Unidos assim que tiver condições de fazê-lo, o que, na avaliação dele, deverá ocorrer em breve. "Assim como se diz que Thomas Edison falhou mil vezes antes de ser bem-sucedido na invenção da lâmpada elétrica, Kim Jong-un vai continuar tentando", afirmou Harris à Comissão das Forças Armadas do Congresso. "Um dia desses, logo, ele vai conseguir." Diante disso, ele defendeu o reforço da defesa antimísseis no Havaí.Porém, Harris negou que o regime norte-coreano disponha de armas capazes de atacar a frota americana deslocada para as águas da Península Coreana. Segundo ele, as ameaças vindas de Pyongyang superam as reais capacidades do regime. "As armas que a Coreia do Norte poderia usar contra a armada do Carl Vinson são facilmente combatidas pelos recursos instalados naquele grupo", afirmou Harris. "Se voar, será abatido."AS/ap/afp/rtr/efe