Rainha visita feridos em atentado de Manchester

Aos pais de uma das crianças no hospital, Elizabeth 2ª diz ter ficado impressionada com a união da cidade e elogia trabalhar dos médicos. Ainda há 20 pessoas em estado crítico.A rainha Elizabeth 2ª visitou nesta quinta-feira (25/05) o hospital infantil de Manchester, onde os médicos lutam para salvar a vida dos menores feridos no atentado de segunda-feira na cidade, no qual morreram 22 pessoas em um show da cantora pop Ariana Grande. A rainha se deslocou ao Royal Manchester Children's Hospital para visitar alguns dos 64 feridos no ataque, muitos deles crianças e entre os quais 20 permanecem em estado crítico nos quartos do centro de saúde. Aos pais de uma das crianças feridas, a rainha disse ter ficado impressionada como "todo mundo está unido" na cidade. "Ela é adorável, foi simplesmente incrível, é algo que você realmente não espera", afirmou a adolescente Milli Robson, de 15 anos, que está sendo tratada no hospital. A monarca também transmitiu seu apoio aos médicos que trabalham incansavelmente para salvar as vidas e pela pronta recuperação dos jovens – 12 menores de 16 anos foram levados a este hospital após o ataque terrorista. A primeira-ministra britânica, Theresa May, fez o mesmo na terça-feira, em uma tentativa de consolar as vítimas do ataque. O Reino Unido continua em máximo alerta perante a possibilidade de um iminente novo atentado terrorista. Tal nível só tinha sido ativado anteriormente durante quatro dias – três, em agosto de 2006; e um, em junho de 2007. RPR/efe/ots

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos