Por uma cidade mais silenciosa

Clarissa Neher

Berlim lança campanha para identificar regiões mais afetadas pela poluição sonora, que diminui qualidade de vida e causa danos à saúde. Iniciativa deve resultar em plano para reduzir ruídos.Quem vive numa cidade grande já deve ter sentido a inquietação e irritação que o excesso de barulho provoca. Além de diminuir a qualidade de vida, a poluição sonora pode causar danos à saúde, como estresse, insônia, depressão e ainda doenças cardiovasculares.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a exposição constante a ruídos que ultrapassam 55 decibéis (dB) aumenta os riscos à saúde. Esse limite, no entanto, é constantemente ultrapassado em grandes cidades. Em Berlim, a prefeitura estima que 340 mil moradores vivam em áreas onde os ruídos ultrapassam os limites estipulados pela OMS.

Diante desse problema de saúde pública, a prefeitura da capital alemã lançou uma campanha para identificar os cantos barulhentos da cidade. Na primeira fase da iniciativa "Berlim ficará mais silenciosa", moradores foram convidados, até final de maio, a indicar locais problemáticos e sugerir medidas para a redução de ruídos.

Neste estudo, os moradores podem ainda indicar oásis de descanso na cidade, iniciativas para reduzir ruídos e responder a um questionário sobre as características que considera importantes em áreas de sossego.

Os resultados serão comparados com a pesquisa anterior, feita em 2013, que gerou um plano municipal para a redução de ruídos. O principal problema identificado, e que aparentemente continua sendo o pior, conforme as primeiras indicações dos moradores, é o barulho causado pelo trânsito.

Em cinco anos, desde a primeira campanha, diversas medidas para enfrentar a poluição sonora na cidade já foram adotadas. Entre as principais estão a criação de um plano de mobilidade urbana para incentivar o uso da bicicleta e do transporte público, o asfaltamento de antigas ruas, a modernização de trilhos, bondes e trens, e subsídios para a colocação de janelas com proteção a ruídos.

Com os resultados da atual pesquisa, um novo plano para a redução da poluição sonora deverá ser posto em prática na cidade.

Clarissa Neher é jornalista freelancer na DW Brasil e mora desde 2008 na capital alemã. Na coluna Checkpoint Berlim, publicada às segundas-feiras, escreve sobre a cidade que já não é mais tão pobre, mas continua sexy.

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App | Instagram

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos