PUBLICIDADE
Topo

Seguros para tudo

Karina Gomes

22/06/2018 10h23

Os alemães não costumam ficar à mercê do acaso. Para garantir um futuro tranquilo, muitos pagam seguros não obrigatórios para tudo, de danos que possam causar a alguém por descuido a proteção caso quebrem um vidro.Prevenção é a palavra de ordem na vida de muitos alemães. Ficar à mercê do acaso pode levá-los à completa histeria. Para evitar qualquer susto que a vida possa dar, a Alemanha oferece um leque de seguros cobrindo todo tipo de caso.

Além dos seguros obrigatórios – seguro de saúde, seguro para aposentadoria e seguro-desemprego –, há uma oferta enorme de seguros facultativos e que podem custar bem caro.

Os seguros cobrem até possíveis danos que, por descuido, você possa causar a alguém. O Haftpflichtversicherung é um seguro que cobre prejuízos por um ato imprudente causado a um terceiro, como quebrar um objeto de alguém.

Se o caso for grave, um seguro de proteção jurídica (Rechtsschutzversicherung) pode ajudar se for necessário contratar um advogado. E por que não garantir um seguro particular para acidentes (private Unfallversicherung) para caso algo inesperado aconteça com você num momento de lazer? Contratar um seguro para eventual quebra de vidro (Glasbruchversicherung), por exemplo, muitas vezes não vale a pena, caso já se tenha o seguro de responsabilidade pessoal.

E por que não segurar sua bicicleta nova para o caso de ela ser roubada ou danificada na rua? Ou para um instrumento musical? E que tal ter um seguro que garanta a formação profissional ou acadêmica dos seus filhos no futuro?

O seguro de vida (Lebensversicherung) é pago para os herdeiros quando o segurado morre. É caro, mas muita gente faz, apesar de que, em muitos casos, compense economizar dinheiro em vez de pagar as contribuições.

Viver para o dia de hoje não soa amigável para os alemães. A perspectiva sobre possíveis momentos problemáticos no futuro motiva qualquer atitude de precaução, e boa parte do salário pode acabar financiando seguros.

E com tantas opções é comum se deparar com uma sobreposição de seguros, que acabam se tornando supérfluos. Tudo pela proteção e segurança, mas no final, será que faz sentido?

Na coluna Alemanices, publicada às sextas-feiras, Karina Gomes escreve crônicas sobre os hábitos alemães, com os quais ainda tenta se acostumar. A repórter da DW Brasil e DW África tem prêmios jornalísticos na área de sustentabilidade e é mestre em Direitos Humanos.

_______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App | Instagram