PUBLICIDADE
Topo

Pesquisas apontam vitória de Bolsonaro no segundo turno

27/10/2018 22h13

Candidato do PSL recua e aparece com 54% dos votos válidos em sondagem do Ibope, contra 46% de Haddad. No Datafolha, placar é de 55% a 45%. Distância cai até dez pontos percentuais em relação a pesquisas anteriores.As últimas pesquisas de intenção de voto do Datafolha e do Ibope, divulgadas neste sábado (27/10), apontam vitória de Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno das eleições presidenciais. A vantagem sobre Fernando Haddad (PT), contudo, caiu em relação a sondagens anteriores.

No Datafolha, a diferença entre os dois candidatos despencou de 18 para dez pontos percentuais em nove dias. Bolsonaro aparece com 55% dos votos válidos, contra 45% de Haddad. O placar era de 56% a 44% na última quinta-feira, e de 59% a 41% em 18 de outubro.

Já no Ibope, a distância entre os postulantes à Presidência é ainda menor, tendo diminuído de 18 para apenas oito pontos percentuais em 12 dias. Enquanto o candidato do PSL tem 54% dos votos válidos, o petista chega a 46%. O instituto apontava um resultado de 57% a 43% na última terça-feira e de 59% a 41% em 15 de outubro.

Os dados equivalem aos votos válidos, ou seja, não consideram os nulos, brancos ou indecisos. O método é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado da eleição. No primeiro turno, o capitão da reserva conquistou 46% dos votos válidos, e o petista, 29%.

Se forem levados em consideração os votos totais, Bolsonaro tem 47% das intenções no Datafolha, contra 39% de Haddad. Os votos nulos ou brancos somam 8%, e 5% não souberam responder. No Ibope, o candidato do PSL tem 47%, e o petista, 41%. Outros 10% votam nulo ou branco, e 2% não responderam ao questionamento.

Segundo o Datafolha, levando em conta somente os votos totais das mulheres, Haddad ultrapassa o adversário: ele tem 42% das intenções femininas, contra 41% de Bolsonaro. Na sondagem anterior, de quinta-feira, o resultado era o contrário: 42% a 41% para o capitão reformado.

Os institutos também perguntaram aos entrevistados em qual dos dois candidatos eles votariam com certeza, poderiam votar ou não votariam de jeito nenhum. No Datafolha, a rejeição de Bolsonaro foi de 45%, e a de Haddad, de 52%. Ao Ibope, 39% dos entrevistados disseram que não votariam de jeito nenhum no capitão reformado, enquanto 44% afirmaram o mesmo sobre o petista.

Bolsonaro tem mais eleitores convictos. Ao Datafolha, 46% disseram que votariam com certeza no candidato do PSL, e 38% declararam voto certo em Haddad. No Ibope, a certeza no voto em Bolsonaro foi de 39%, e a do ex-prefeito de São Paulo, de 33%.

O Datafolha apontou ainda que poucos eleitores pretendem mudar seu voto antes da ida às urnas neste domingo. Entre o eleitorado de Bolsonaro, 94% disseram estar totalmente decididos, enquanto 6% admitiram que ainda podem alterar a escolha. Em relação a Haddad, 93% estão totalmente certos, e 7% disseram que seu voto pode mudar até o último momento.

A pesquisa Datafolha ouviu 18.371 eleitores em 340 municípios e foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S. Paulo. Já a sondagem Ibope entrevistou 3.010 pessoas e foi encomendada pela mesma emissora e pelo jornal Estado de S. Paulo.

Ambos levantamentos foram realizados entre esta sexta-feira e sábado e têm margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A probabilidade de os resultados retratarem a realidade é de 95% nas duas pesquisas.

EK/abr/ots

_____________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube
| WhatsApp | App | Instagram | Newsletter