PUBLICIDADE
Topo

Ano Novo começa no mundo

31/12/2018 11h26

Cidadãos de Samoa são os primeiros a dar as boas-vindas a 2019. Sydney, na Austrália, tem espetáculo milionário de queima de fogos ao som de Aretha Franklin.O Ano Novo já começou no "outro lado do mundo". Os cidadãos de Samoa foram os primeiros a dar as boas-vindas a 2019. Quem se encontra no Estado situado na Polinésia, no sul do Oceano Pacífico, pode festejar o réveillon 16 horas antes de quem está no Brasil e com uma vantagem de 13 horas em relação à Alemanha e à maioria dos estados da UE.

Naquela região, também há a possibilidade de se festejar a entrada de ano duas vezes. Basta voar de Samoa em direção a Samoa Americana, pouco mais de 150 quilômetros a leste. Esse território pertencente aos EUA fica além da fronteira que delimita a data. Os habitantes da ilha são os últimos a comemorar o Ano Novo.

Uma hora depois dos samoanos, foi a vez de os neozelandeses receberem o Ano Novo.

Na Austrália, os organizadores do réveillon em Sydney gastaram o correspondente a cerca de 3,7 milhões de euros para uma festa "gigante”.

O espetáculo de queima de fogos, com 100 mil efeitos pirotécnicos, foi programado para ocorrer acompanhado da música A natural woman, canção eternizada por Aretha Franklin, cantora de soul americana morta em agosto.

Os cidadãos criticaram a decisão dos organizadores do festejo de cobrarem, pela primeira vez, entrada para a região portuária que tem a melhor vista dos fogos de artifício. Os preços dos bilhetes chegam a custar até 60 dólares.

A polícia estima que mais de um milhão de pessoas assistiram ao espetáculo no Porto de Sydney.

MD/dpa/ap

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube
| WhatsApp | App | Instagram | Newsletter