Topo

Medalhas de São Francisco de Assis se esgotam em Buenos Aires

Mar Centenera

Em Buenos Aires

14/03/2013 18h25

A escolha do Arcebispo de Buenos Aires, Jorge Mario Bergoglio, como o primeiro pontífice latino-americano surpreendeu inclusive às lojas de artigos religiosos da capital da Argentina, que diante da falta de artigos com imagens do novo papa, se esgotaram as imagens de São Francisco de Assis.

"Não temos nada (do papa Francisco) porque foi uma surpresa", disse nesta quinta-feira à Agência Efe uma das funcionárias do pequeno comércio da Catedral de Buenos Aires, que recusou a se identificar.

"Tínhamos que ter fé", lamentou sua companheira, ao explicar que desde que se soube que o cardeal Jorge Bergoglio tinha se transformado no papa número 266 da Igreja Católica, "tudo virou uma loucura".

Com a falta de imagens do novo Bispo de Roma, dezenas de fiéis que entraram na loja optaram por São Francisco de Assis, o fundador da Ordem dos Frades Menores que pode ter inspirado o papa na escolha de seu nome.

Em poucas horas se esgotaram todas as medalhas do santo e foram vendidas centenas de artigos com suas imagens. Hoje restavam apenas vinte.

"São Francisco era muito humilde, igual ao papa", comentava a funcionária mais antiga, que garantiu que nos 18 anos em que trabalha no estabelecimento não viveu "nada igual".

A imagem do pontífice Francisco não podia ser encontrada também entre os vendedores ambulantes da Plaza de Mayo, em frente à catedral.

"Uma pessoa nos perguntou se tínhamos algo do papa, mas por enquanto não me trouxeram nada", disse José ao mostrar um estande de promoção comercial de ícones argentinos, entre eles Diego Armando Maradona e Lionel Messi, que segundo sua opinião "são os outros deuses argentinos".

A única exceção eram placas do papa que dois amigos ofereciam a dez pesos (R$ 3,90), após terem se apressado para imprimir sua fotografia e reproduzi-la.

O mercado de imagens do papa se movimentou mais rápido na Internet. Uma empresa demorou apenas algumas horas para lançar camisetas, canecas e chaveiros com a imagem do papa Francisco.

"O papa é argentino e você tem que ter sua camiseta", diz a propaganda em um popular site de vendas argentino, que oferece modelos para todos os gostos com preços que oscilam entre cinco e 80 pesos (entre R$ 1,96 e R$ 31,38).

"Habemos Papam", "Papa Francisco, seja bem-vindo", "Francisco I", "O papa é argentino", são algumas das frases impressas nas camisetas postas à venda pela internet e que incluem fotografias do pontífice.

Aqueles que querem ter o papa em seus bolsos podem optar pelos chaveiros, por apenas R$ 1,96, com a imagem de Francisco e a bandeira argentina.

"Aproveitem o momento, lojas, igrejas, vendedores. A partir de amanhã, teremos novas imagens", diz um anúncio de uma empresa de "mercadoria papal".

Mais Notícias