Confronto na fronteira da Grécia com Macedônia deixa um paquistanês morto

Atenas, 25 jan (EFE).- Um confronto na manhã desta segunda-feira entre refugiados na fronteira da Grécia com a Macedônia deixou um paquistanês morto e dois feridos

Um porta-voz da polícia informou à Agência Efe que os agressores, possivelmente afegãos, esfaquearam as vítimas, roubaram 400 euros e seus celulares. Um dos feridos está em estado grave.

A situação na fronteira entre Grécia e Macedônia voltou a ficar tensa nos últimos dias, após o governo macedônio determinasse a abertura intermitente da passagem na fronteira.

Na terça-feira, o Executivo da Macedônia, que nos últimos meses só permite a entrada em seu território de sírios, afegãos e iraquianos, fechou a fronteira após receber um aviso da Eslovênia sobre um problema na rede ferroviária.

Ela foi reaberta na quarta-feira, mas só para os refugiados dessas nacionalidades que tenham um certificado expedido pela Polícia grega no qual assegurem que seu destino final será Áustria ou Alemanha.

Além disso, decidiu abrir a passagem fronteiriça à medida em que o campo de refugiados de Gevgelija, no lado macedônio, diminuir seu grau de lotação. Isto, por sua vez, provocou congestionamentos no lado grego.

Segundo o porta-voz, no acampamento de Idomeni há neste momento 300 pessoas, e outras duas mil que esperam em ônibus em um posto de gasolina próxima.

A morte deste refugiado palestino hoje foi a segunda na região da fronteira, depois de um marroquino de 22 anos ser eletrocutado em 3 de dezembro quando tentava pular a cerca erguida pelas autoridades macedônias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos