Guarda israelense fica ferido após ser apunhalado por adolescentes árabes

Jerusalém, 4 fev (EFE).- Um guarda de segurança de Israel ficou ferido nesta quinta-feira na cidade de Ramle, a sudeste de Tel Aviv, após ser apunhalado por dois adolescentes árabes de 13 anos que foram detidas.

"Dois menores árabes, com mochilas escolares, chegaram ao detector de metais da estação central de ônibus de Ramle. O guarda lhes pediu que se identificassem, diante do que tiraram duas facas e apunhalaram o guarda, ferindo-o levemente na perna e na mão", explicou a porta-voz da Polícia, Luba Samri.

As duas agressoras foram detidas e estão sendo interrogadas na delegacia de Polícia, acrescentou a porta-voz, afirmando que as primeiras informações apontem que a agressão tinha por trás "motivação nacionalista", em referência ao conflito entre israelenses e palestinos.

O também porta-voz da Polícia Micky Rosenfeld qualificou as menores de "terroristas", afirmando que a Polícia "fechou os acessos à região e reforçou a segurança".

Segundo o serviço médico Maguen David Adom (Estrela de Davi Vermelha), a vítima é um jovem de cerca de 25 anos.

Este ataque faz parte de uma onda de violência que sacode Israel e Palestina desde o começo de outubro passado na qual morreram 169 palestinos, a maioria ao realizar ou tentar realizar ataques ou supostos ataques contra israelenses, e os demais em confrontos com as forças de segurança.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos