Autoridades sul-africanas resgatam 70 trabalhadores presos em mina

Johanesburgo, 5 fev (EFE).- Os serviços de emergências recuperaram 70 dos mais de cem mineiros que ficaram presos nesta sexta-feira sob a terra após o desabamento uma galeria da exploração de ouro da África do Sul na qual trabalham.

Os trabalhadores resgatados sofreram ferimentos menores e estão sendo tratados no exterior da mina, situada nas imediações do município de Barberton, na província nordeste de Mpumalanga.

Soldados dos serviços de mergências continuam com os trabalhos de resgate para tirar os mineiros presos, cujo número exato é desconhecido.

As autoridades foram alertadas sobre o desabamento às 8h30 local (4h30, em Brasília), e tratam de estabelecer as causas do acidente.

A mina pertence à empresa Vantage Goldfields Limited, que ainda não se pronunciou sobre o ocorrido.

Fontes do sindicato majoritário na mina, a União de Mineiros e Trabalhadores da Construção (AMCU, em sua sigla em inglês) elevaram a 112 o número de mineiros que ficaram sob terra após o desabamento.

Dezenas de mineiros morrem a cada ano em acidentes de trabalho na África do Sul, um país com importantes reservas de metais preciosos como ouro e platina.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos