Topo

Palestino morre em desabamento de túnel de contrabando em Gaza

08/02/2016 13h42

Gaza, 8 fev (EFE).- Um trabalhador palestino morreu nesta segunda-feira no desabamento de um túnel de contrabando entre a Faixa de Gaza e o Egito, que caiu provavelmente por causa das fortes chuvas que castigam a região nas últimas duas semanas.

O túnel, na altura da cidade de Rafah, desabou nesta manhã matando um trabalhador de 24 anos, natural da cidade Jirbet al-Aadas, no noroeste da faixa.

É a décima morte nos subterrâneos de Gaza desde 28 de janeiro, quando sete milicianos do Hamas morreram atingidos pelo desmoronamento de um túnel no nordeste deste território palestino.

Na quarta-feira, outras duas pessoas morreram no colapso de outro túnel no sudoeste da Cidade de Gaza.

No caso de hoje se trata de um subterrâneo que cruzava a fronteira ao Sinai egípcio.

Vários organismos palestinos advertiram nos últimos anos do perigo destes precários túneis, cujo número começou a crescer por causa do bloqueio que Israel impôs a Gaza em 2007, quando o movimento islamita Hamas tomou o controle desse território e expulsou as forças da ANP.

Os túneis foram desde então uma via de abastecimento para os 1,8 milhão de palestinos que vivem em Gaza e que por eles receberam tanto produtos de primeira necessidade como armas.

Eles são a principal fonte de receita para o governo do Hamas, pois taxa cada produto que passa por eles como se fosse uma alfândega.

Nos últimos dois anos, por causa de uma série de atentados islamitas no Sinai, o governo do Egito lançou uma campanha para destruir os túneis inundando-os com água do mar e destruindo dezenas deles.

O ministro de Infraestruturas de Israel, Yuval Steinitz, revelou no sábado que o Egito tinha inundado parte dos túneis a pedido de Israel.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Internacional