Após nova acusação de assédio, Nobel indiano pede baixa de universidade

Em Nova Déli

  • Laurent Gillieron/Keystone/EPA

    Rajendra Kumar Pachauri, Nobel da Paz em 2007

    Rajendra Kumar Pachauri, Nobel da Paz em 2007

O cientista indiano Rajendra Kumar Pachauri, ex-chefe do IPCC (Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas), da ONU (Organização das Nações Unidas), e que recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 2007, pediu nesta quinta-feira (11) afastamento temporário do cargo de reitor da Universidade TERI, em Nova Déli, após um novo caso de assédio sexual ser divulgado.

"Ele pediu a baixa como reitor e não participará da colação de grau. É a sua decisão", resumiu à Agência Efe o vice-reitor interino da Universidade, Rajiv Seth, que não quis dar mais detalhes.

O cientista está sendo processado após ser denunciado por assédio em fevereiro do ano passado por uma funcionária quando dirigia o Instituto de Energia e Recursos (TERI), vinculado à universidade. Por essa denúncia, ele foi destituído do cargo em julho, mas na última segunda-feira (8) voltou ao centro universitário como vice-presidente executivo.

Ontem, outra ex-funcionária denunciou publicamente ter sido assediada por Pachauri quando trabalhava para ele. A advogada da vítima, Vrinda Grover, contou à Efe que sua cliente procurou à polícia em 2013 para denunciar "o grave assédio".

"Ela apresentou provas, mas ninguém foi acusado. Por isso, agora decidiu tornar público seu caso", afirmou.

Ontem, 20 alunos apresentaram à universidade um texto anunciando boicote à colação de grau prevista para 7 de março, caso Pachauri participasse, segundo o vice-reitor interino.

O advogado do cientista, Ashish Dixit, disse à Efe que seu cliente não recebeu formalmente a nova denúncia.

"São denúncias perante a opinião pública, não na Justiça", comentou Dixit.

Rajendra Kumar Pachauri foi nomeado vice-presidente executivo do TERI após ter sido diretor do instituto durante 35 anos. Após ser denunciado, ele renunciou ao cargo de presidente do IPCC.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos