Único aeroporto operacional de Trípoli é fechado por falta de segurança

Trípoli, 31 mar (EFE).- As autoridades da Líbia fecharam nesta quarta-feira o aeroporto de Mitiga, o único que funciona em Trípoli e que se encontra a poucos quilômetros da base naval à qual chegou hoje o governo de união nacional e o Conselho Presidencial designado pela ONU que o nomeou.

Fontes de segurança explicaram à Agência Efe a decisão esta vinculada à deterioração da segurança na capital, controlada pelo chamado "governo de salvação nacional", que não reconhece nem o Conselho nem o gabinete de unidade.

Companhias como a Lybian Airlines, que administram os poucos voos internacionais que chegam ao país, deslocaram suas atividades à cidade vizinha de Misrata, situada cerca de 250 quilômetros ao leste da capital.

O chefe do governo em Trípoli, que não é reconhecido pela comunidade internacional, Khalifa al Ghweill, advertiu esta noite ao gabinete de união nacional que tem duas opções: ou submeter-se a sua autoridade ou abandonar a capital.

Caso não aceite nenhuma das duas opções, deverá "ater-se às consequências legais", acrescentou Al Ghweill, que semanas atrás já havia alertado ao governo apoiado pela ONU que deteria seus membros se pisassem em Trípoli.

Após várias tentativas fracassadas por via aérea, o citado governo de unidade e o Conselho Presidencial designado pela ONU precisaram viajar de navio da cidade tunisiana de Sfax até a capital da Líbia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos