Bombardeios perto de Damasco matam 23 civis e deixam dezenas de feridos

(Atualiza o número de vítimas)

Beirute, 31 mar (EFE).- Pelo menos dez civis morreram nesta quinta-feira, entre eles quatro menores, e dezenas ficaram feridos por bombardeios de aviões de guerra de identidade desconhecida no povo de Deir al Asafir, ao leste de Damasco, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Os aparelhos efetuaram 14 ataques aéreos contra uma zona em que ficam um hospital e uma escola dessa cidade, localizada na região de Ghouta Oriental, o principal reduto da oposição na periferia de Damasco.

Entre os mortos há, além dos menores, quatro mulheres, oito pessoas sem identificação, dois voluntários policiais e um membro da Defesa Civil.

Ontem à noite, houve enfrentamentos entre as forças do regime e combatentes de facções islâmicas, entre as quais figura a Frente al Nusra, filial síria da Al Qaeda, em Ghouta Oriental.

Segundo a ONG, nas últimas semanas, os soldados governamentais tentaram avançar nessa área e cercar Deir al Asafir, onde residem cerca de 2,7 mil famílias.

Atualmente, está vigente um cessar-fogo na Síria, iniciado em 27 de fevereiro, entre o governo e a Comissão Suprema para as Negociações, a mais importante aliança opositora.

Do cessar-fogo estão excluídos a Frente al Nusra e o grupo terrorista Estado Islâmico.

A Síria sofre um conflito desde março de 2011, que deixou mais de 270 mil mortos, de acordo com os últimos números divulgados pelo Observatório.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos