Presidente do Equador acompanha afetados em cidades atingidas por terremoto

Quito, 22 abr (EFE).- O presidente do Equador, Rafael Correa, percorreu nesta sexta-feira as localidades da Bahía de Caráquez, San Vicente, Jama e Pedernales, na província de Manabí, as mais afetadas pelo terremoto de 7,8 graus na escala Richter que atingiu o norte do país no sábado passado.

Durante o percurso, o líder equatoriano conversou com cidadãos, visitou um centro de saúde e um albergue e recebeu explicações sobre o andamento dos trabalhos de recuperação realizados na província.

Em declarações à imprensa local, o governante se referiu a algumas das medidas econômicas que serão adotadas para bancar os custos do desastre e disse que, além das já anunciadas, também se trabalha em ações de reestruturação de crédito e perdão de juros, assim como apoio à recuperação produtiva.

O Equador prevê arrecadar entre US$ 650 mil e US$ 1 bilhão com um conjunto de medidas fiscais excepcionais, que buscam atender a recuperação das zonas devastadas pelo terremoto.

O presidente calculou as perdas do desastre em US$ 3 bilhões, mas esclareceu que essa estimativa ainda será reavaliada nas próximas semanas.

Correa completou sua agenda com uma visita a um centro de ajuda na cidade de Pifo, na província andina de Pichincha, e no final do dia tinha previsto liderar uma reunião como seu gabinete de ministros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos