Homem armado liberta 2 reféns após invadir loja do Burger King nos EUA

De Washington

O homem armado que invadiu neste domingo uma loja da rede de fast food Burger King em Baltimore, nos Estados Unidos, libertou dois dos quatro reféns que estava mantendo no local, informaram as autoridades.

A libertação dos reféns ocorreu após negociações com os policiais, que estão cercando a loja da rede de fast food. No entanto, entre os clientes que seguem sob o controle do homem está uma menina de apenas 7 anos.

Ele teria entrado no local após fugir de policiais, que o identificaram como um suspeito de um estupro e tentaram prendê-lo. Ao avistar os agentes, o homem, que estava em um carro, acelerou.

O homem, cuja identidade não foi divulgada até o momento, bateu em outro carro em um cruzamento, abandonou o veículo e correu em direção à loja do Burger King, onde fez os reféns.

Segundo a imprensa local, as forças de segurança cercaram a loja com unidades táticas e pediram aos moradores que se afastem da área. Além disso, vários helicópteros estão sobrevoando a região.

"Nosso objetivo é encerrar essa situação de uma forma pacífica para todas as partes. Temos nossos negociadores e a equipe de forças especiais no local. Isolamos a área por segurança.", disse o porta-voz do Departamento de Polícia de Baltimore, T.J. Smith.

Relembre a cronologia do maior massacre a tiros da história dos EUA

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos