Piloto estrangeiro morre na China durante espetáculo de acrobacias aéreas

Pequim, 27 ago (EFE).- Um piloto sul-africano que trabalhava para uma equipe norte-americana de acrobacias aéreas morreu neste sábado após seu avião cair durante a realização de um espetáculo na China, informou a agência oficial "Xinhua".

O piloto, Paul Smith, perdeu o controle da aeronave, um XA 42 de dois lugares, e caiu no Deserto de Gobi. O incidente ocorreu por volta das 11h locais (0h de hoje em Brasília) na cidade de Zhangye, na província de Gansu, durante a celebração da primeira Convenção de Aviação Internacional da Rota da Seda.

Em um vídeo publicado por veículos da imprensa chinesa e gravado por uma testemunha, o avião realiza um giro e, imediatamente depois, já sem controle, cai no Deserto de Gobi.

O evento começou na sexta-feira no aeroporto de Danxia e continuaria até amanhã, apesar de a equipe norte-americana de Smith ter decidido suspender todos seus voos. As autoridades ainda tentam esclarecer as causas do acidente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos