Presidente da Colômbia assina decreto de cessar-fogo bilateral com as Farc

Bogotá, 27 ago (EFE).- O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, assinou o decreto que estabelece o cessar-fogo com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), que entrará em vigor na próxima segunda-feira.

O documento, que é um passo para encerrar o conflito de mais de meio século com a guerrilha, foi assinado por Santos na noite de ontem, após uma viagem a Bucamaranga, no nordeste do país.

"Em meu retorno de Bucamaranga, assinei o decreto do cessar-fogo bilateral e definitivo, que começa nesta segunda-feira. O conflito chegou ao fim!", escreveu Santos em sua conta no Twitter.

Santos anunciou na última quinta-feira que, em razão da conclusão das negociações com as Farc em Cuba, que tinha ordenado o começo da trégua com os guerrilheiros. O presidente enviou o acordo de paz ao Congresso para que seja convocado um plebiscito no dia 2 de outubro, no qual os colombianos dirão nas urnas se aceitam ou não o pacto.

O cessar-fogo entre o governo e as Farc é uma etapa fundamental do acordo de paz, que inclui, além disso, que os guerrilheiros entreguem suas armas. A expectativa é que o líder máximo do grupo, Rodrigo Londoño Echeverri, confirme a adesão das Farc à trégua ainda neste fim de semana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos