Conselho de Segurança da ONU vai analisar escalada da violência em Aleppo

Nações Unidas, 25 set (EFE).- O Conselho de Segurança da ONU se reúne neste domingo para analisar a situação na cidade de Aleppo, no norte da Síria, que está sendo castigada por bombardeios realizados por aviões do regime do presidente do país, Bashar al Assad, e da Rússia, ações que foram condenadas por vários líderes mundiais.

A reunião, convocada de forma urgente a pedido de Estados Unidos, França e Reino Unido, terá início às 11h locais de Nova York (12h em Brasília) e, em princípio, será pública. É a segunda vez em pouco mais de uma semana que o Conselho de Segurança é convocado para analisar a situação do conflito na Síria.

O último encontro, no dia 17 de setembro, realizado a portas fechadas, foi convocado por iniciativa da Rússia por causa de um ataque norte-americano contra unidades do Exército da Síria que provocou dezenas de mortos. Os EUA disseram que foi um erro.

Dezenas de pessoas morreram nos últimos dias em Aleppo, segunda maior cidade da Síria, pelos ataques aéreos lançados no leste do município contra forças de oposição ao regime de Al Assad.

Ontem, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que os civis de Aleppo estavam sendo castigados pelo bombardeio "mais intenso desde o início do conflito sírio". Além disso, o diplomata sul-coreano se disse "consternado pela apavorante escalada militar", que, segundo ele, representava um "dia negro para o compromisso global de proteger civis".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos