Mulheres vítimas de ataque com ácido na Colômbia promovem dia do perdão

Bogotá, 27 set (EFE).- Mulheres colombianas que foram vítimas de ataque com ácido vão fazer em 24 de outubro, em Bogotá, um dia para perdoar os seus agressores, informou nesta terça-feira a organização.

De acordo com o Movimento Cinco, o evento "Perdoar: o melhor investimento" contará com a participação de empresas, acadêmicos e especialistas no tema. A iniciativa também terá o apoio da Fundação Alexandra Rada, que trabalha "para incentivar que as vítimas desses ataques retomem sua vida cotidiana com um impulso econômico sustentável e o diagnóstico da difícil adaptação às atividades diárias".

Em janeiro deste ano, o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, sancionou a lei que protege vítimas de ataques com agentes químicos e endurece as penas a quem agride com ácido e outros componentes corrosivos uma pessoa, que geralmente é mulher.

A Colômbia tem altos índices desse tipo de ataques e apenas duas condenações emitidas por este crime. Segundo a ONG Feminicidio.net, Colômbia, Índia e Paquistão estão entre as nações que mais registram mais ataques com ácido ou líquidos inflamáveis contra mulheres.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos