Fornecimento de água é interrompido em Aleppo após ataques

  • Abdalrhman Ismail/Reuters

    1º.out.2016 - Ruas ficaram destruídas após ataques aéreos em uma área rebelde de Aleppo, na Síria

    1º.out.2016 - Ruas ficaram destruídas após ataques aéreos em uma área rebelde de Aleppo, na Síria

Beirute, 1 out (EFE).- O fornecimento de água foi interrompido na maior parte de Aleppo após os ataques e o corte de eletricidade nas maiores centrais de bombeamento da cidade síria, disse neste sábado à Agência Efe uma fonte do opositor Organismo Geral de Serviços.

Em uma conversa por telefone, a fonte, que pediu anonimato, destacou que desde a manhã de ontem não se bombeia água a nenhum bairro de Aleppo, porque "a estação de Suleiman al Halabi sofreu um intenso bombardeio de artilharia por parte das milícias do presidente Bashar al Assad".

A fonte se queixou que as autoridades sírias cortaram também a eletricidade na usina de bombeamento de água de Bab al Nairab, que teve que suspender seu funcionamento.

Suleiman al Halabi fica na parte antiga de Aleppo, palco de intensos enfrentamentos entre o exército e facções rebeldes e islâmicas, e proporciona água tanto aos distritos do oeste, sob controle do regime, como aos do leste, em poder dos opositores.

Bab al Nairab, por sua vez, se encontra no sul da cidade e só abastece de água os cercados distritos orientais.

A fonte ressaltou que a usina de Suleiman al Halabi sofreu danos leves, que estão sendo consertados: "Esperamos que no prazo de 24 horas se resolva o problema e haja água em toda a cidade", indicou.

A mesma fonte acrescentou que se está negociando para que as estações de bombeamento de água fiquem fora das operações militares.

Ambas usinas foram recentemente alvo de ataques e tiveram que suspender seu funcionamento em várias ocasiões.

Desde o dia 22 de setembro, Aleppo, a maior cidade do norte da Síria, é alvo de uma ofensiva do exército, respaldado pela aviação da Rússia, que tenta progredir frente aos rebeldes.
 

Hospital é bombardeado em Aleppo

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos