Visando autonomia, Macri e Temer defendem "flexibilização" do Mercosul

Em Buenos Aires

  • Analia Garelli/Xinhua

Os presidentes de Brasil e Argentina, Michel Temer e Mauricio Macri, defenderam nesta segunda-feira (3) a necessidade de fortalecer o Mercosul e promover uma "flexibilização" de suas regras para "dar certa autonomia aos Estados em suas relações internacionais".

Temer e Macri tiveram uma reunião oficial em Buenos Aires e depois concederam uma entrevista coletiva na qual, entre diversos assuntos da agenda bilateral, ressaltaram a posição dos dois países em relação ao presente e ao futuro do bloco.

Depois de lembrar os "laços históricos" do Brasil com a Argentina e a "identidade de posições" entre seu governo e o de Macri, Temer ressaltou a necessidade de que ambos trabalhem em conjunto em prol do "fortalecimento do Mercosul".

"Este é o desafio, acreditar no que podemos fazer e construir se nos integrarmos. É vencer os medos. Sinto que desde 1991 (ano de fundação do bloco) até aqui tivemos muitos avanços, em outros momentos, retrocessos. Mas agora percebemos que o mundo tem uma enorme atração sobre o Mercosul", ressaltou por sua vez Macri.

O presidente da Argentina lembrou que já foram trocadas ofertas com a União Europeia "para começar um caminho que levará seus anos".

"São muitos países e regiões que nos pedem que realmente tenhamos tratados de livre-comércio e façamos mais trocas. Temos muito a percorrer", acrescentou.

De acordo com Macri, Argentina e Brasil, assim como Uruguai e Paraguai, têm um "enorme caminho" de construção de "união" e de "aprendizagem compartilhada" que tem que ter, como resultado final, "melhores construções" de progresso para as pessoas.

"Acreditamos que o caminho para nos integrarmos ao mundo é a partir do Mercosul, é uma grande possibilidade que se abre para nós. Esta proximidade geográfica, esta longa relação cultural, afetiva que tivemos tem que nos ajudar a nos preparamos melhor para essa integração com o mundo", argumentou o presidente argentino.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos