Turquia denuncia que Dasmaco bombardeia milícias opostas a jihadistas

Ancara, 26 out (EFE).- O governo da Turquia denunciou nesta quarta-feira que o regime sírio está bombardeando as milícias que tratam de expulsar o EI e anunciou que o Exército turco seguirá com sua ofensiva rumo à cidade de Al Bab, em mãos desse grupo jihadista.

"O regime (sírio) está atacando o Exército Livre Sírio (ELS), a oposição moderada que luta contra o EI. O regime está atacando as forças que lutam contra aqueles que têm ocupado 40% do país", denunciou hoje em entrevista coletiva o ministro das Relações Exteriores, Mevlüt Çavusoglu.

As Forças Armadas turcas tinham explicado previamente em comunicado que helicópteros do presidente sírio, Bashar al Assad, tinham lançado barris-bomba contra forças do ELS em Tall Nayif, cerca de 35 quilômetros ao norte de Aleppo, matando a dois milicianos e ferindo a outros cinco.

Çavusoglu afirmou que esses ataques não deterão a operação Escudo do Eufrates lançada pela Turquia no final de agosto tanto contra o EI como contra as forças curdas, que também combatem aos jihadistas.

O ministro indicou que a ofensiva turca em apoio do ELS seguirá para Al Bab.

As forças turcas contribuíram já à expulsão de Estado Islâmico das localidades de Jarabulus, Al Rai e Dabiq.

"O objetivo é limpar a região do EI", garantiu Çavusoglu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos