Acidente em obra de central elétrica deixa 67 mortos na China

(atualiza número de vítimas)

Pequim, 24 nov (EFE).- Pelo menos 67 pessoas morreram, duas ficaram feridas e uma segue presa sob os escombros após a queda de parte de uma central elétrica em obras da província de Jiangxi, sudeste da China, informou a rede de televisão oficial "CCTV".

O acidente que ocorreu por volta das 7h local desta quinta-feira (21h, de quarta-feira em Brasília), na cidade de Fengcheng, e foi causado pela quebra da plataforma de construção de uma torre de resfriamento da central no momento em que 70 pessoas trabalhavam na área.

Ambulâncias, bombeiros e equipes de socorro se deslocaram ao local do acidente pouco após receber o aviso, indicou o Escritório de Supervisão de Segurança de Fengcheng, citado pela agência oficial "Xinhua".

As equipes de resgate tratam nestes momentos de procurar o último trabalhador preso entre os restos da torre.

As primeiras informações divulgadas pelos meios de comunicação oficiais situaram em 22 o número de mortos pelo desabamento, porém posteriormente o mesmo subiu para mais de 40 e, após localizar a maior parte dos corpos, a apuração aumentou de novo até 67.

Apesar dos sucessivos endurecimentos das normas de segurança laboral, a falta de medidas de segurança provoca a cada ano milhares de mortes na segunda economia mundial, onde os controles tendem a ser poucos e algumas empresas ignoram os padrões de prevenção na busca de maiores lucros.

Segundo dados oficiais, em 2015 foram registrados cerca de 281 mil acidentes de trabalho na China que causaram 66.182 mortes, embora algumas ONGs denunciem que o número real seja maior, já que, afirmam, parte dos acidentes não são não registrados ou são encobertos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos