Ban pede maiores esforços na luta contra a violência de gênero

Nações Unidas, 25 nov (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, lembrou nesta sexta-feira que a violência contra as mulheres é uma violação dos direitos humanos e pediu maiores esforços da comunidade mundial para lutar contra este problema.

A ONU celebra nesta sexta o Dia Internacional da Eliminação da Violência contra a Mulher, e na última segunda-feira anunciou uma campanha que vai até o dia 10 de dezembro para ressaltar a necessidade de financiar os esforços no combater este mal.

Ban, que se encontra em visita oficial em Abu Dhabi, divulgou uma mensagem para pedir à comunidade internacional novos esforços para lutar contra a violência de gênero.

"Existe um crescente reconhecimento mundial de que a violência contra as mulheres e meninas é uma violação dos direitos humanos, uma pandemia de saúde pública e um sério obstáculo para o desenvolvimento sustentável", afirmou Ban.

"Podemos e devemos fazer muito mais para transformar esta consciência em uma prevenção e resposta significativa", acrescentou.

Ban destacou os males que este tipo de violência gera às famílias, às comunidades e às economias nacionais, e afirmou que este problema "continua sendo generalizado, agravado pela impunidade".

"O mundo não pode pagar este preço", acrescentou Ban, que pediu aos governos que "demonstrem seu compromisso aumentando drasticamente a despesa nacional em todos os setores correspondentes, em particular em apoio ao movimentos de mulheres e grupos sociais".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos