Governo da Índia chama Fidel Castro de "personagem icônico do século XX"

Nova Délhi, 26 nov (EFE).- O governo da Índia lamentou neste sábado a morte do ex-presidente de Cuba, Fidel castro, e o classificou como um "grande amigo" do país e "um dos personagens mais icônicos do século XX".

"Envio minhas mais profundas condolências ao governo e ao povo cubano pelo triste desaparecimento de Fidel Castro. Que sua alma descanse em paz", escreveu em sua conta no Twitter, o primeiro-ministro do país, Narendra Modi, que chamou a morte do líder cubano de um "momento trágico".

Outras personalidades políticas do país asiático também expressaram sua consternação pela morte de Fidel, que foi anunciada pelo seu irmão e atual presidente de Cuba, Raúl Castro, em um discurso transmitido pela rede de televisão estatal.

"Coração triste pelo desaparecimento do líder revolucionário de Cuba, ex-presidente e amigo da Índia, Fidel Castro", disse em mensagem divulgada através do Twitter, o presidente da Índia, Pranab Mukherjee.

Fidel Castro morreu aos 90 anos, na noite de sexta-feira, às 22h29 (hora local).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos