Suspeito de atentado em Berlim morre em tiroteio com a polícia em Milão

Roma, 23 dez (EFE).- O tunisiano de 24 anos suspeito de cometer o atentado de Berlim, Anis Amri, morreu nesta sexta-feira após um tiroteio com a polícia italiana na cidade de Milão (norte), segundo confirmou o ministro do Interior da Itália, Marco Minniti.

A pasta do Interior também convocou uma entrevista coletiva de urgência para explicar os detalhes dos fatos.

De acordo com fontes, o suposto terrorista chegou ao bairro milanês de Sesto San Giovanni a bordo de um trem procedente da França e, após ver um controle policial, sacou sua pistola e abriu fogo contra os agentes, ferindo um deles nas costas.

O outro agente respondeu aos disparos do tunisiano e o matou.

Anis Amri é considerado o principal suspeito do atentado no mercado natalino de Berlim no qual morreram 12 pessoas e dezenas ficaram feridas.

Acredita-se que Amri desembarcou em 2011 na Itália como imigrante, onde permaneceu na prisão durante quatro anos por crimes como ameaças, roubo e agressão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos