Ex-chefe de governo de Hong Kong é hospitalizado após ser preso

Hong Kong, 21 fev (EFE).- O ex-chefe do governo de Hong Kong, Donald Tsang, foi internado na noite de segunda-feira, em um hospital da cidade, horas depois que um tribunal ordenou sua prisão preventiva após ser declarado culpado de conduta indevida.

Tsang, de 72 anos, foi levado em uma maca e ainda algemado para o Hospital Rainha Elizabeth, após afirmar que estava indisposto, segundo informações da emissora de TV e rádio pública de Hong Kong, "RTHK".

Sua entrada na unidade de saúde aconteceu poucas horas depois que Donald Tsang se tornou no primeiro funcionário de alto nível preso na ilha, e aguarda a sentença do júri, que será publicada na quarta, e que poderá acarretar em no máximo sete anos de prisão.

O ex-principal responsável do governo regional entre 2005 e 2012 enfrentou um julgamento de um mês e meio acusado de conduta indevida e suborno.

Na sexta-feira passada, um tribunal da cidade declarou Tsang culpado de uma das duas acusações de conduta indevida e se absteve de decidir sobre o último (suborno) perante a falta de acordo no júri, por isso que pode voltar a ser julgado.

O júri popular que decidiu sobre o caso considerou Tsang culpado por ter negociado com um destacado acionista da empresa Digital Broadcasting Corporation (DBC), Bill Wong Cho-bau, a aprovação pública de várias licenças de emissão digital para sua companhia entre 2010 e 2012, quando Tsang estava à frente do governo.

Aparentemente, o empresário tinha alugado do chefe do Executivo um apartamento de luxo na cidade de Shenzhen a um baixo preço e havia remodelado e decorado gratuitamente a casa em troca dessas licenças.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos