Policiais turcos realizam operação para cumprir 100 mandados de prisão

Istambul, 23 fev (EFE).- A polícia da Turquia iniciou nesta quinta-feira, a pedido da Promotoria, uma operação simultânea em três províncias para prender 100 pessoas por sua suposta relação com o fracassado golpe de Estado do dia 15 de julho do ano passado.

Pelo menos 40 pessoas já foram detidas acusadas de financiar a confraria do clérigo muçulmano Fethullah Gulen, a quem Ancara acusa de estar por trás do golpe, informa a agência "Anadolu".

Desde o fracassado golpe de Estado, mais de 40 mil pessoas já foram detidas, segundo dados da Anistia Internacional.

Mais de 130 mil funcionários do Estado, incluindo soldados, policiais, juízes, professores e acadêmicos, foram suspensos ou demitidos por sua suposta vinculação com a organização de Gulen.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos